segunda-feira, 12 de outubro de 2015

5 coisas que me assustavam muito na infância

E hoje é Dia das Crianças, galera! Dia das Crianças e terror aqui no Thaís na Cidade. É dia de relembrar a infância, as travessuras, as brincadeiras, as birras e tudo o mais que envolve essa fase mágica... inclusive os medos! Eram tantos... tudo era desculpa para correr para os adultos pedindo ajuda, se esconder embaixo da cama ou nem querer sair de cima dela! Por esse motivo, essa experiência linda e mágica que jamais esqueceremos, aqui vão cinco dessas coisas que me deixavam de cabelo em pé e que talvez tenham deixado muitos de vocês também...

1. Escuridão
Esse meu medo se manifesta até hoje, se bobear... mas naquela época era puro terror! Sair do quarto para fazer qualquer coisa durante a noite? Nunca! Aliás, dormir sozinha no meu próprio quarto? Nunca! Olhar para o espelho que ficava em cima da penteadeira no escuro? NUNCA, NUNCA, NUNCAAAA! "Vai que tem um fantasma ali? Vai que ele me puxa para dentro do espelho?" Qualquer escuridão poderia esconder uma alma penada... e minha pobre alminha de tão poucos anos estava bem ciente disso.

2. O Sexto Sentido
"Eu vejo gente morta... todo o tempo" SAI DA FRENTE, QUE EU TÔ CORRENDO!!! Se-nhor, bastava ver a chamada desse filme na tv, que eu me cagava de medo. Assisti uma vez quando tinha seis anos e bastou para eu nunca mais querer assistir na época. O garotinho saía do quarto para ir ao banheiro e acabava encontrando o fantasma da mãe dele na cozinha. Dessa cena eu não me esqueço, assim como outras bem assustadoras aos meus olhos de criança de meia dúzia de idade. Um fato engraçado é que me lembro do meu pai tentando me convencer de que o filme não era tão assustador porque toda vez que dava um comercial, o elenco se reunia para fazer um lanche...

3. Filmes do Jason
Eu era muito medrosa, mesmo! Mas poxa, ninguém nunca me avisou que o Jason não mata crianças. Como ele morreu aos treze anos, Jason só matava adolescentes e adultos. Porém, acho que, mesmo que soubesse disso, continuaria apavorada. Qualquer filme de terror me dava medo na infância: O Sexto Sentido, Sexta-Feira 13, Tubarão, Os Outros... inclusive me lembro de um filme onde o homem ficava com a cara toda desfigurada de ácido sulfúrico e saía atrás das pessoas. Se alguém aí souber o nome, me avisem, pois hoje amo terror...

4. A loira do banheiro e outras lendas
E quem nunca ouviu falar dessas histórias? Atire a primeira pedra quem nunca sentiu aquele medinho de ir no banheiro da escola e dar de cara com o espírito de uma loira que morreu há séculos, e que provavelmente iria aparecer se você desse descarga três vezes... ou quando ela tivesse vontade de matar você! Some a isso as histórias do velho do saco, mula sem cabeça, lobisomem e várias outras lendas do folclore que me arrepiavam e tornavam minhas experiências de ir ao banheiro e dormir à noite mil vezes mais difícil.

5. Freiras do colégio em que eu estudava
Essa é leve, porque não eram todas as freiras que me assustavam, - na verdade, quase nenhuma - mas algumas pareciam ser muito rígidas e severas com as crianças, e eu tinha o maior receio de levar bronca de uma delas (de tão desvairada que eu era, não sei como nunca levei esporro de uma no jardim de infância...). Sem falar de uma freira bem velhinha que morreu quando eu estava na 2ª série e alguns colegas inventaram histórias sobre um cemitério que existiu embaixo da escola e que, se eu não rezasse pela alma da velha, ela ia vir puxar meu pé à noite. Cruzes!

Quais eram as coisas que te davam medo na infância? Se identificou com alguma que mencionei no post? Responda nos comentários aí embaixo, vamos relembrar o/



4 comentários

  1. Rindo muito da última parte, sobre rezar pela alma da freira pra ela não puxar seu pé! hahahaha. As pessoas inventam cada coisa para nos assustar! Quando eu era menor também era bem medrosa, mas hoje em dia eu também AMO terror, tanto que tenho até uma categoria no meu blog só relacionada a isso <3
    Eu lembro que, como eu tinha mania de fugir de casa pra ficar brincando na rua, meu irmão inventava milhaaaares de coisas pra me assustar! Uma delas era que tinha uma ariranha escondida nas árvores da minha rua, esperando eu passar para me pegar! hahahah. Na época eu não tinha ideia do que era uma ariranha, achava que era um bicho gigantesco, tipo um lobo gigant e cheio de dentes, morria de medo! Anos depois fui olhar na internet, e adivinha: É UMA LONTRA! hahahaha.
    Eu também morria de medo dessas lendas urbanas! E até hoje não olho em espelhos à noite, de jeito nenhum! Sinceramente, nem gosto de ter espelho no quarto enquanto durmo, juro. Ainda mais depois de ler sobre algumas crenças japonesas, e uma delas é a de que eles cobrem os espelhos na hora de dormir porque acreditam que espelhos são portais para espíritos e coisas assim. Menina, nunca mais quis um espelho perto de mim enquanto durmo, hahahaha.
    Eu admito que ainda sou meio medrosa, mas gosto muito desse assunto, de verdade. Então a curiosidade acaba acabando com o medo, haha <3
    Adorei seu post! E o blog também, o layout é lindo! Já estou seguindo <3

    Lovecats | allieprovier.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, também não sabia que ariranha era uma lontra, fiquei chocada! Hahaha, também continuo morrendo de medo de olhar espelhos à noite, posso até fazer, mas sempre esperando ver algo sinistro ali kkkk Acho que ouvi falar dessa lenda japonesa, e acho que é por isso que continuo acreditando nesse lado sombrio dos espelhos, hahaha. Na dúvida, é melhor não olhar pra eles durante a noite, mesmo rsrsrs. Adorei que você tenha gostado tanto do post, tive essa ideia lá no começo do ano, beeem antes do Dia das Crianças, e quando finalmente chegou, não pude deixar de colocar em prática *o* Espero te ver mais vezes aqui <3

      Excluir
  2. Hahahahaha tinha os mesmos medos, tirando as freiras kkkk
    Adorei o post.
    Beijos
    www.estilo-malu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hueheuehue, bate aqui! o/ As freiras realmente me assustaram durante um bom tempo, mas depois que cresci superei isso! rs

      Excluir

Design criado por Thaís Maria. Todos os direitos reservados.